sábado, 9 de julho de 2011

09/07 - 3 meses

Mesversário da Paloma... hoje faz 3 meses que ganhei meu maior presente de Deus!
Cada dia mais esperta... agora ela já conversa, faz caras e bocas e estranha algumas pessoas! Também não quer saber muito de colo durante o dia. Prefere ficar no sofá, na cama ou no carrinho, mas sempre conversando e brincando.
O problema maior é na hora de dormir... Quando ela percebe que é de noite e que estamos nos preparando pra dormir, ela já começa a "agonia da noite"... e a mamãe rebola pra fazê-la dormir... mama, canta, dança, conversa, brinca...até que ela dorme. Tem dias que dorme umas 23h, tem dia que é 2h da manhã e ela que conversar... mas o importante é que, depois que dorme, vai embora até às 6h, mama e dorme de novo até às 10h e pensa que ela acorda? Que nada... depois ainda vai até meio dia...rs...e claro que ainda rola um soninho à tarde!!!


3 meses

" Durante esse mês, o bebê poderá levantar a cabeça quando estiver de barriga para baixo a mantê-la por vários minutos.
Nesta etapa, seu filho é capaz de balançar os braços e as pernas. À medida que os ligamentos do quadril e joelhos tornam-se mais flexíveis, os chutes ficam mais fortes.
O bebê consegue unir as mãos e abrir os dedos, porém, provavelmente usará as mãos fechadas para bater em objetos acima da sua cabeça.

A partir de agora, os pais, exaustos pela falta de sono poderão ter uma folga.
Entre 3 e 4 meses, o período de sono do seu bebê começa a se definir. Nesta idade muitos bebês já dormem a noite toda, embora acordem esporadicamente para mamar.
Até os 3 meses, ou provavelmente antes disso, o bebê terá um elo com você e estará familiarizado com seu rosto. Ele ainda poderá sorrir para estranhos, principalmente se encararem ou lhe dirigirem a palavra. Só que agora o bebê começa a distinguir quem é quem na sua vida e definitivamente dará mostras de preferência. Os mais precoces podem comecar a mostrar estranhamento às pessoas que não conhecem, mas em geral isso ocorre mais tarde.
O lobo parietal, a parte do cérebro que rege a coordenação visomotora, entre os olhos e a mão, e permite que a pessoa reconheça objetos, está agora se desenvolvendo rapidamente. E o lobo temporal, que auxilia na audição, linguagem e olfato, também se tornou mais ativo. Assim, quando o bebê ouvir a sua voz, pode olhar diretamente pra você, começar a emitir sons e tentar falar também (e até "cantar")."

Nenhum comentário:

Postar um comentário