domingo, 9 de outubro de 2011

09/10 - 6 meses

Meu Deus, hoje acordei e quando olhei pro calendário me dei conta de que já se pasou meio ano desde que a minha pequena chegou.
Eu ainda custo acreditar que isso tudo que estou vivendo é real. Eu acho que estou sonhando, eu ainda acho que ela não existe...alguém me belisca?


Do momento em que descobri que estava grávida até completar 6 meses me pareceu uma eternidade (os demais meses prefiro não comentar, rs), e agora vejo que passaram-se os mesmos 6 meses e parece que foi ontem. Eu ainda sinto o cheirinho de móveis novos, me lembro das inúmeras vezes em que arrumei e desarrumei as roupinhas, lavei, passei, guardei, desdobrei, passei de novo...rs. E agora, destas mesmas roupinhas, umas 40% já não servem mais.

O mais incrível é que se você conhece uma pessoa hoje, dificilmente em 6 meses você a conhecerá completamente, sabendo suas preferências, conhecendo seus olhares. E eu a conheço somente pelo olhar. A nossa ligação é tão intensa que eu sei o que ela precisa e ela também sabe o que eu preciso, mesmo sem trocar nenhuma palavra (mesmo pq ela ainda não fala, rs).
Eu já conheço os gostos dela. Ela já me conhece pelo cheiro, pela voz.
Alguns exemplos de preferência merecem ficar registrados pra que no futuro ela veja (e talvez não se interesse), mas eu vou adorar ler isso daqui alguns anos!

O que ela aprendeu a fazer em 6 meses:
- Sentar (fica sentada sem apoio, e às vezes consegue se sentar sozinha);
- Rolar e se arrastar na cama
- Mandar beijo (ela faz umas bolinhas de cuspe primeiro, mas depois de muito esforço o beijinho sai...kkk)
- Dar tchauzinho (o papai diz que aquilo que ela faz não é um tchau, mas eu tenho certeza que é, rs)
- Tossir (ahhh, linda demais...vc diz: "que tosse", e ela já começa a sessão cof cof)
- Brinca com os pés o tempo todo e tira os sapatinhos

Sobre as comidinhas:
- A paloma tem uma nítida preferência pelas papinhas doces. A salgada ela come, mas não com a mesma vontade da doce.
Os sabores preferidos dela são: pêssego com leite, ameixa, uva e pêra.
- As frutas ela aceitou bem, mas não venha com essa de bananinha amassadinha não. Ela gosta de morder a fruta (ela pensa que tem dente...rs). Banana, pera. Mas o primeiro da lista é o morango! Ela ama de paixão. Se deixar, come a caixinha toda...rs
- Mas até agora nada se compara ao inigualável, ao delicioso, ao magnífico: TETÊ...rsrs... desse ela não abre mão não...

Brinquedos preferidos:
- Ela tem um controle remoto que é só dela, e ela adora.
- Mordedores tem a GIGI e o COCO. A Gigi é uma girafa, por isso o nome, e o Coco é um coelho...kkkk, explicado o nome?
- Tem uma boneca da Monica que ela ganhou da priminha Eloá e ela adora, principalmente quando o papai "dubla" a boneca...ela dá m,uita risada.
- Ela adora um computador (não sei a quem puxou...rs);

Atividades preferidas:
- A Paloma puxou muita coisa pra mim, isso é fato, e uma das coisas que ela é muito parecida comigo é a necessidade de sair de casa. Ela adora passear. Quando está frio, chovendo ou quando alguma coisa nos impede de sair, ela fica toda irritadinha.
Nossos passeios geralmente são rápidos. Mercado, padaria, ou só ficar um pouquinho na calçada mesmo, mas isso pra ela já é o suficiente pra relaxar e às vezes até dormir...rs
- Outra coisa que descobri que ela gosta é desenho. No início eu pensava que nunca mais conseguiria cuidar da minha casa, mas aos poucos eu fui me adaptando a ela e ela a mim e nós duas estabelecemos uma rotina, que nem sempre dá certo, mas estamos nos entendendo muito bem. Eu coloco o carrinho em frente a TV, ligo no Discovery Kids e ela fica lé quietinha e me deixa arrumar a casa (às vezes me deixa até almoçar), não é o máximo? rs
Os desenhos preferidos são: Galinha pintadinha (DVD) , peixonauta e backardgans. Ela adora, dá risada, conversa com a TV... às vezes eu utilizo esse meu tempo livre sabe pra que? Pra ficar olhando pra ela...kkkkkk

Uma coisa que ainda precisamos aperfeiçoar é o relacionamento da Paloma com as pessoas. Ela continua anti social. As unicas pessoas que ela vai no colo sem chorar sou eu, papai, vovó, e titias (quando ela está de bom humor, rs).

Esses 6 meses fizeram com que eu descobrisse duas pessoas na verdade: Uma é a Paloma, esse bebezinho que conheço e quero conhecer cada dia mais. E a outra é a mãe dela. Eu conheci uma parte de mim que eu não sabia que existia. Havia uma mãe dentro de mim, havia um amor que estava guardado pra ela lá dentro do meu coração. Me descobri uma pessoa capaz de amar uma outra pessoa, mesmo que essa tenha virado a minha vida de cabeça pra baixo. Descobri que eu não era completa, e agora sou. Descobri que realmente Deus existe!

PS: A Eloá continua internada...