sábado, 30 de abril de 2011

30/04 - Visitinha de um amiguinho



Hoje recebemos a visita de um amiguinho da Paloma, o Yan. Ele é filho de uma amiga da família e como a foto não me deixa mentir, ele é lindo!



Eu mais uma vez levantei as mãos pro céu, porque descobri que não tenho uma filha, e sim, um anjo... O Yan sente muita cólica, chora o tempo todo. A mãe disse que ele dá muito trabalho pra dormir, pra comer, o dia todo... Então eu comecei a dar mais valor ainda na minha florzinha, que é tão boazinha pra mim. Mesmo com todas as manhas, ela não sente dores, e isso pra mim é o mais importante...porque manha, eu tenho também até hoje...kkkk



sexta-feira, 29 de abril de 2011

29/04 - A Paloma está cada dia mais linda






Olá pessoas!!! Eu andei meio sumida, porque a Paloma está tomando todo o meu tempo... Não que eu esteja reclamando, porque eu dou todo o tempo que for preciso pra cuidar dela. Nem vejo o dia passar.
Ela continua muito boazinha e mama feito um bezerrinho...rs. À noite, dorme muito bem, só acorda pra mamar a cada 3 horas, e às vezes até perde a hora...rs
A carinha dela já está diferente de quando saiu do hospital. A cada dia está mais gordinha e bochechuda. As dobrinhas da perninha também já estão dando o ar da graça. Linda, linda...
Até agora já recebemos várias visitas de amigos e parentes. Já ganhamos vários presentinhos, um mais lindo que o outro.
Eu, graças a Deus também estou ótima. Meus pontos já caíram e eu já não sinto mais nada. A minha mãe ficou em casa cuidando de mim e dela e voltou a trabalhar no dia 25/04. Ficamos muito bem sozinhas. Estou dando conta do serviço de casa e de cuidar dela. Ela é muito boa, não me dá trabalho nenhum. Só está bem manhosa, quer ficar no colo o dia todo.
Eu estou adorando tudo. É muito bom cuidar dela, estou cada dia mais apaixonada pela minha princesinha e ela, cada dia mais apaixonada pelo meu peito....kkkkkkkkkk
Eu tenho tanto leite que ela não está dando conta do recado, então eu comecei a doar leite para o banco de leite do Hospital da Mulher. Eles vêm aqui em casa uma vez por semana para retirar os potes. Não custa ajudar os bebezinhos que precisam né?
Quando eu estava internada, fiquei um dia no soro e a enfermeira me proibiu de pegar a Paloma no colo. Como fiquei muito tempo tomando soro, deu a hora dela mamar e eu não podia amamentar. Então as enfermeiras levaram ela lá pro banco de leite e ela tomou leitinho lá, então se alimentaram a minha florzinha lá...eu também posso ajudar as florzinhas das outras mamães!!!






sábado, 16 de abril de 2011

16/04 - Umbiguinho caiu



Esta madrugada fiquei muito feliz. Quando fui trocar a Paloma vi que o umbiguinho caiu. Chamei logo o papai e ficamos orgulhosos com mais essa novidade!!!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

15/04 - Primeira consulta ao pediatra

Hoje foi a primeira consulta da Paloma ao pediatra. Fomos eu, ela e o papai.
Adorei a médica, ela foi muito atenciosa e me esclareceu várias dúvidas. Disse que a Palominha está ótima.
Na hora de pesar, ela disse pra eu não me preocupar porque nos primeiros 10 dias o bebezinho tende a perder peso, portanto não era pra nos assustarmos se ela estivesse mais magra do que saiu do hospital (2.770kg). Mas para a nossa surpresa, ela engordou 200g, está pesando 2.940kg e medindo 51cm (cresceu 2cm). Enfim, ela está linda e ótima, graças a Deus!!!
Foi tão legal sair com ela...exibir nosso bebezinho... conversar com as outras mãezinhas assuntos de mamae e bebê...rsrs
PS: Tentei amamentar em público tampando com a fralda, mas eu sou muito desastrada mesmo...kkk...me atrapalhei toda na hora de tirar ela do meu peito e acabei ficando com o peito de fora na frente de todo mundo...kkkkk....Mas eu vou treinar mais...rsrs

quarta-feira, 13 de abril de 2011

13/04 - Vamos pra casa



Depois de uma estadia de 2 dias na casa da vovó e duas noites maravilhosamente bem dormidas, estamos na nossa casa. Cheguei aqui, e coloquei ela no berço. Quando vi aquela cena comecei a chorar, pensando em quantas vezes sonhei com aquele momento e agora era real: o meu bebezinho estava ali, na nossa casa, aquele bebezinho que já foi chamado de azeitoninha, agora é a Paloma, linda e saudável, dormindo feito um anjo...o meu anjo que Deus me deu!
Esta será a primeira noite à três aqui em casa!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

11/04 - Chegando em casa

Hoje chegamos do hospital. Fomos recebidas pelos titios e pela priminha Eloá.
Eu me sinto muito bem, sem dores, apenas um incômodo pelos pontos. A Paloma também está ótima e hoje conheceu a casa da vovó Nair. Vamos pra nossa casa só depois de amanhã.
Hoje foi aniversário do vovô e do tio Marcelo, então aproveitamos pra comemorar com um bolinho à noite. Confesso que fiquei exausta, e com medo de como será a primeira noite da Paloma em casa.

sábado, 9 de abril de 2011

09/04 - A espera acabou - A Paloma chegoooou










Relato do meu parto


Eram 3:30 da manhã quando acordei com uma forte cólica, fui ao banheiro e senti uma água saindo, fiquei radiante pensando ser o rompimento da bolsa, mas para a minha surpresa era um sangramento. Fiquei bem assustada e chamei meu marido (ele nunca foi tão rápido pra se arrumar kkk).

Eu logo liguei pra minha mãe e pedi pra ela se arrumar também que íamos pro hospital, ela por sua vez, já ligou pra minha irmã (que iria assistir o parto) e disse pra ir pro hospital que talvez a Paloma nasceria naquele dia.

Poupamos a minha outra irmã da informação até termos certeza de que ela nasceria mesmo.

Fomos pro hospital e eu estava muito assustada por causa do sangramento. Logo eu, que havia planejado um milhão de vezes que quando a bolsa rompesse ou quando começassem as contrações eu iria esperar as contrações regulares pra ir pro hospital. Na prática foi bem diferente...fui correndo e bem nervosa sem saber o que ia acontecer.

Chegando no hospital a médica achou que era frescura minha porque ela disse que era normal sangrar e dar cólica depois do exame de toque (que eu havia feito à tarde), mas eu disse que a cólica era muito forte e o sangramento era muito grande. Quando ela foi fazer o exame de toque, veio outra cólica forte e então ela começou acreditar em mim, porue ela disse que realmente aquilo era uma contração. Fez o toque e descobriu que eu estava com 3cm de dilatação e que o sangramento era normal, do colo do utero. Eu precisaria aguardar 2 horas lá no hospital pra ver a evolução do trabalho de parto. Fiquei lá andando durante duas horas pelo hospital e as contrações estavam a cada 15 minutos. Eu só pedia a Deus que não me deixasse voltar pra casa com a Paloma na barriga, queria voltar com ela nos braços. E ao mesmo tempo eu pensava: "nossa, é só isso a contração, é igual cólica...ahhhhh, então tá facil!"

Ao mesmo tempo eu estava muito apreensiva porque o hospital estava sem vagas para internação e caso meu trabalho de parto evoluísse eu teria que ser transferida e eu não queria. Meu desejo era que minha bebê nascesse naquele hospital, que tem uma boa referência. Mas entreguei nas mãos de Deus.

Passaram as duas horas e lá fui eu pro cardiotoco de novo. Eram 6:15 da manhã. Fiz o exame de toque e surpresa! 5cm de dilatação!!! A médica então mandou preparar os documentos da internação e Deus foi tão maravilhoso comigo que surgiu uma vaguinha lá pra mim.

Liberadas as ligações pelo menos pra minha irmã que nem sabia de nada ainda e pra minha sogra. A Paloma nasceria aquele dia!!!

Quando foi umas 7h me despedi do meu marido e da minha mãe, que ficaram lá na recepção, e fui com a minha irmã para o quarto de pré parto.

O hospital que eu estava faz parto himanizado, então o pré parto era um quarto normal, com cama e o bercinho do lado e na hora do parto a equipe vem e transforma o quarto em uma sala de parto. Também tinha vários aparelhos para o parto humanizado...a bola, o cavalinho, banheira, chuveiro. Achei super legal e pensei: "vou usar tudo isso!"

Quando cheguei no quarto fui pro chuveiro tomar um banho quente, coloquei a camisola e deitei na cama. A enfermeira veio e avisou que colocaria o sorinho em mim e eu ficaria ali com a minha irmã até que chegasse o grande momento e aí sim a equipe entraria em ação, só pra fazer o parto.

Então foi colocado o sorinho "maldito" em mim eram 8h (que medo). Em seguida entrou um médico pra ver s dilatação. Já estava em 7cm e minha bolsa ainda não havia estourado. Ele mesmo estourou. Pensei que ia sentir um montão de água e tal...mas não senti nada, nem água, nem dor.

Mas aí começou o efeito do sorinho. A dor começou aumentar e diminuir frequencia...e minha irmã lá, firme e forte, sé me acalmando. Fiquei uma hora lá, com as dores só aumentando, às vezes aparecia alguém da equipe pra ver se estava tudo bem, e quando foi umas 9:30 veio uma médica pra ver a dilatação de novo, e a dor só aumentava. O líquido ia saindo aos poucos, conforme a dor vinha.

A médica disse que ainda estava com 7cm. Eu me desesperei, porque tinha dilatado tão rápido até os 7cm e agora ia ficar ali, nos 7...

A médica disse que se eu quisesse podia usar o cavalinho ou a bola pra ajudar a dilatar...e eu pensei: "que mané cavalinho, eu mal consigo respirar".

Nessa hora a dor já era insuportável e mina irmã dizia pra eu ficar calma que já estava acabando.

Passaram poucos minutos e a dor começou a ficar diferente, era muuuito forte e vinha junto com uma vontade louca de fazer força e empurrar. Minha irmã dizia pra empurrar que era assim mesmo. Aí empurrei. Veio outra contração e empurrei de novo e percebi que minha barriga já tinha descido inteirinha. Senti que se empurrasse de novo, a Paloma nasceria. Pedi pra minha irmã chamar alguém porque se eu fizesse mais uma força, ela nasceria, e como eu estava na ponta da cama estava com medo dela cair no chão, rs. E minha irmã disse que segurava...

A enfermeira veio com o maior pouco caso dizendo que ainda não estava na hora e eu disse que não aguentava mais e que estava sentindo minha filha sair. Aí veio a enfermeira obstétrica só pra ver se a dilatação havia aumentado e quando ela fez o toque gritou: "MENINAS, TÁ NASCENDO!!!". Em questão de segundos o quarto estava cheio e preparado para o parto. Veio mais uma dor e fiz força quando senti a Paloma saindo. Aí pensei comigo..."Ai meu Deus, vou ter que fazer mais uma força dessas pra sair o corpo agora", mas para a minha surpresa a dor passou e não veio outra contração e quando olhei, a Paloma já estava nos meus braços. Toda dor havia passado ,ela havia chegado ao mundo, e eu era a pessoa mais feliz do mundo.

Detalhe: ela nasceu nas mãos da enfermeira mesmo, o médico ficou paradão lá na porta, chegou tarde demais, rs

As enfermeiras e minha irmã deram muita risada porque só a cabecinha dela havia saído e os olhinhos já estavam bem abertos olhando pra todos os lados...essa não quis perder nenhum momento da vida...kkkk.

Pegaram ela pra pesar, ouvi o chorinho delicioso e depois já colocaram ela pra mamar logo em seguida. Já pegou na primeira, foi muito emocionante!!!

Depois do parto, tomei um banho, fiquei por volta de uma hora e depois fomos pro quarto.

Eu só tenho a agradecer a Deus pelo parto abençoado que tive e pela bênção maior de ser mãe de uma menininha linda!!!

Enfim, ela nasceu dia 09/04/2011, ás 9:47 , com 2.924kg, 49cm, APGAR 9/10.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

08/04 - Nova visitinha na maternidade

Como começou a maratona de visitar a maternidade dia sim, dia não...hoje fui novamente... Novidades: Estou com 2cm de dilatação! EBAAA!!! Também fiz uma endoscopia e a médica disse que está tudo bem com o líquido amniótico, está bem clarinho e ela também conseguiu ver que a Paloma tem bastante cabelo...rs... linda né! Já preparei os lacinhos e prisilhinhas... Repeti o cardiotoco e está tudo bem com o coraçãozinho dela. A médica também me disse que pela data da última menstruação estou com 40 semanas, porém, pela ultrasom morfológica que fiz com 15 semanas que é a mais confiável em relação a idade gestacional estou com 39 semanas, logo...ainda estamos no prazo! Vou continuar monitorando minha gordinha e agora, cabeludinha pra que ela venha com muita saúde!!! Domingo tem mais... estou torcendo pra dilatar mais um pouco e já ficar por lá...

quarta-feira, 6 de abril de 2011

06/04 - Visitinha ao médico

Com 39 semanas e 5 dias, após conversa com uma amiga resolvi ir ao médico por desencargo de consciência. Pra ver se está tudo bem com a Palominha...e graças a Deus está sim. A médica fez exame de toque e constatou que o colo do útero começou a dilatar, e todos os sintomas estão normais para a idade gestacional. Fiz o exame cardiotoco e está tudo bem com a minha princesa. Esse exame avalia a atividade do útero e mostra se o bebê está com sofrimento fetal, mas graças a Deus está tudo bem! Agora começa a maratona...tenho que fazer esse exame a cada dois dias, então...a cada dois dias, lá vamos nós...malinhas no carro e bora pro hospital...rs O que importa é que agora estou bem mais aliviada, mais tranquila, confiando que Deus sabe de todas as coisas e esperando a hora certa, agora com a certeza de que ela está bem.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

01/04 - Teu anjo

1° de abril... 39 semanas... eu nem acredito que cheguei até aqui!!!! Tá chegando a hora...tá muito perto agora. O medo do parto já não existe mais, foi substituído pela vontade louca de conhecer a carinha da minha Paloma! O dia que fiz o cursinho de gestante, ganhei um poema que achei lindo demais, e já que a essa altura do campeonato eu não tenho muito pra escrever no blog, eu vou postar o poema, enquanto a Paloma não vem...rs "Teu anjo Contam que uma criança pronta para nascer travou o seguinte diálogo com Deus: - Disseram-me que serei enviado à Terra daqui a pouco...como irei pra lá sendo tão pequeno e indefeso? E Deus respondeu: - Entre muitos anjos, escolhi um especial pra você. Estará te esperando e tomará conta de ti. - Mas, me diga. Aqui no céu eu não faço nada além de sorrir e cantar, o que é suficiente para que eu seja feliz...eu serei feliz lá? - Seu anjo vai cantar e sorrir pra você, a cada dia, a todo instante e você sentirá o amor do seu anjo e será feliz. E falou a criança: - Como responderei quando falarem comigo, se eu não conheço a língua que eles falam? E Deus respondeu: - Com muita paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar. - E o que farei quando sentir saudades, se quiser falar com você? - Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a orar. - Eu ouvi dizer que na Terra tem homens maus. Quem me protegerá? - Seu anjo lhe defenderá mesmo que signifique arriscar a própria vida. - Mas eu serei triste porque não te verei mais... - Seu anjo lhe falará sempre sobre mim, lhe ensinará a maneira de vir até mim e Eu estarei sempre dentro de você! E nesse momento havia muita paz no céu, mas as vozes da Terra já podiam ser ouvidas. A criança, apressada, pediu novamente: - Oh meu Deus, Meu Senhor, se eu estiver pronto pra ir agora, diga-me por favor, qual é o nome do meu anjo? E Deus lhe respondeu com a mais suave das vozes: - Você chamará seu anjo de MÂE!"