sábado, 27 de novembro de 2010

27/11 - De umbigo a umbiguinho

"Muito antes de nascer
Na barriga da mamãe
Já pulsava sem querer
O meu pequeno coração
Que é sempre o primeiro a ser formado
Nessa linda confusão.

Muito antes de nascer
Na barriga da mamãe
Já comia pra viver
Cheese salada, bala ou chocolate
Vinha tudo pronto e mastigado
No cordão umbilical.

Tanto carinho, quanta atenção
Colo quentinho ah, que tempo bom
De umbigo a umbiguinho
Um elo sem fim
Num cordãozinho da mamãe pra mim.

Muito antes de nascer
Na barriga da mamãe
Me virava pra escolher
A mais confortável posição
São nove meses sem se fazer nada
Entre água e escuridão.

Muito antes de nascer
Na barriga da mamãe
Começava a conviver
Com as mais estranhas sensações
Vontade de comer de madrugada
Marmelada ou camarões.

Tanto carinho, quanta atenção
Colo quentinho, ah que tempo bom
De umbigo a umbiguinho
Um elo sem fim
Num cordãozinho da mamãe pra mim."


Eu fiz esse texto na escola há uns 15 anos mais ou menos... Nunca imaginei que ficaria tão emocionada em lê-lo...rsrsrs

Um comentário:

  1. Que graça, Taninha!!! É simplesmente perfeito para o momento que vivemos, né?!
    Linda inspiração.
    Bjsss

    ResponderExcluir